Reforma

Sindicato diz que Fátima vai acabar com aposentadoria especial das mulheres

SINSP lembra que a única governadora do país vai acabar com a aposentadoria especial das mulheres

Única governadora mulher do país, Fátima Bezerra vai acabar com a aposentadoria especial das mulheres. A chefe do executivo no RN propôs na reforma da Previdência estadual que os servidores públicos cujas atividades sejam exercidas com efetiva exposição a agentes químicos, físicos e biológicos prejudiciais à saúde ou à integridade física, poderão aposentar-se aos 60 anos de idade, com 25 anos de efetiva exposição e contribuição, 10 anos de efetivo exercício de serviço público e 5 anos no cargo efetivo em que for concedida a aposentadoria. O texto é uma verdadeira maquiagem do que também propôs o Governo Bolsonaro.

Com isso, Fátima se esquiva de diminuir para 55 anos a idade de aposentadoria das mulheres, que ao longo da vida lidam com jornadas duplas ou triplas, e acaba de vez com a aposentadoria especial. Um retrocesso para quem luta pela manutenção de direitos das mulheres. Além disso, vai taxar as aposentadas e faz também um ataque frontal às pensionistas.

É decepcionante pra servidora pública perceber que, como Bolsonaro, Fátima também retira direitos da mulher.

*Com informações do SINSP/RN

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...