Mossoró

Sem equipamento para exames há um mês, HRTM transfere pacientes para Natal

O equipamento do hospital público está quebrado há quase um mês e o contrato com uma clínica privada, que estava atendendo essa demanda, acabou.

Três pacientes do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, na região Oeste potiguar, estão sendo transferidos para Natal para fazer exames de temografia. O equipamento do hospital público está quebrado há quase um mês e o contrato com uma clínica privada, que estava atendendo essa demanda, acabou.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ficou com a responsabilidade de levar os pacientes da unidade para a capital potiguar. O diretor do Samu, Dickson Fradik disse que só tem uma viatura para atender fazer esse tipo de ocorrência. Ele ainda afirmou um paciente, que precisou ir para Natal, veio a óbito no caminho pela gravida.

“A situação tem que ser resolvida o mais rápido possível. São três a quatro horas que tornam essa locomoção inviável”, disse o diretor do Samu.

Um contrato emergencial foi firmado com uma clínica privada, com duração de 30 dias e previsão de 100 exames, porém essa cota acabou no fim de semana. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a direção está fazendo um levantamento de preços para fechar outro contrato emergencial com o serviço privado ainda nesta semana.

Notícias semelhantes