Denúncia

Rosalba é acusada de demitir professores e cortar benefício de secretários escolares

Procurada desde a última sexta-feira, gestão municipal ainda não se pronunciou sobre as denúncias

Economizar tem sido a palavra de ordem da gestão Rosalba Ciarlini (PP). Infelizmente, nesses tempos de pandemia, a prefeita de Mossoró tem escolhido retirar do lado mais fraco: os trabalhadores.

De acordo com denúncias feitas ao Portal do RN, Rosalba demitiu parte dos professores celetistas contratados por meio de processo seletivo. Na maior parte das escolas, não ficou nenhum desses profissionais temporários. “No momento em que mais precisamos de um trabalho, a prefeita resolve fazer uma maldade dessas”, lamenta uma professora, que pediu para ter a identidade preservada.

Nas unidades escolares em que os professores(as) temporários(as) estavam trabalhando, ficou o acúmulo de trabalho para os docentes efetivos. “Tive que assumir disciplinas às pressas para não deixar que os alunos fossem prejudicados”, relata uma docente.

Outra denúncia contra a gestão municipal da prefeita Rosalba Ciarlini dá conta de que teria sido cortado o pagamento de gratificação aos secretários escolares. A última vez em que houve o pagamento do benefício foi no salário do mês de março. “Já são 3 meses que tiraram esse benefício. Sequer avisaram”, aponta um servidor que recebia a gratificação.

Um outro funcionário explicou que apesar de maioria das atividades das escolas estarem funcionando remotamente, o volume de trabalho dos secretários segue o mesmo ou maior. “Preenchemos plataformas digitais em casa, como o do Censo, e precisamos ir às escolas com uma certa regularidade para resolver situações”, aponta.

Desde sexta-feira passada, 27/6, que o Portal do RN busca colher a versão da prefeitura para as denúncias. Ontem, 29/30, a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) informou que hoje a Secretaria Municipal de Educação se pronunciaria sobre os fatos. Até o fechamento dessa matéria (15h12), as informações não haviam sido repassadas à nossa reportagem.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...