crise

RN entrega plano emergencial ao Ministério da Saúde

O documento apresenta as ações e recursos necessários para equacionar, no curto e médio prazos, as situações mais críticas e evitar o colapso na prestação de serviços no setor.  

A fim de obter recursos adicionais para enfrentar a crise assistencial da Saúde pública no Rio Grande do Norte, a governadora Fátima Bezerra entregou o Plano Estadual de Saúde ao secretário Executivo do Ministério da Saúde (MS), João Gobbardo dos Reis, em Brasília, nesta quarta-feira (27).

O documento apresenta as ações e recursos necessários para equacionar, no curto e médio prazos, as situações mais críticas e evitar o colapso na prestação de serviços no setor.

“A reunião com Dr. João Gobbardo foi extremamente cordial e ele recebeu muito bem as nossas requisições. Apresentamos nossas demandas que requerem apoio do Ministério com o aporte de recursos para que tenhamos um adicional financeiro e possamos enfrentar essa crise que estamos vivendo no estado na atenção à saúde”, afirmou Fátima, acompanhada do secretário de Saúde, Cipriano Maia, da senadora Zenaide Maia e do deputado federal Rafael Motta.

A chefe do Executivo estadual destacou como um dos principais gargalos da crise as filas das cirurgias eletivas e de urgência que hoje já somam mais oito mil procedimentos.

De acordo com Cipriano Maia, o secretário do MS firmou o compromisso de publicar em breve a portaria que integra o Hospital da Polícia Militar ao SUS. Cipriano frisou ainda que a partir do plano será possível planejar a reestruturação do SUS no estado. “Nós temos demandas para ampliação do Samu, recuperação da nossa rede hospitalar, o apoio para implantação dos consórcios regionais e policlínicas”, disse.

Notícias semelhantes