Educação

Projeto prevê internet de banda larga para escolas municipais

Secretaria de Educação estuda implantação de programa para garantir internet de qualidades para as unidades de ensino locais 

As escolas da rede municipal de ensino de Mossoró poderão contar com internet de alta complexidade. A possibilidade faz parte de um projeto que se encontra em estudo pela Secretaria Municipal de Educação (SME) que poderá ser posto em prática em parceria com o Ministério da Educação e Cultura (MEC).

O tema foi discutido na manhã de hoje, 17, em uma reunião entre representantes do MEC e da SME. Durante o encontro, realizado de forma virtual foi discutida a implantação do projeto-piloto do Programa de Inovação Educação Conectada (PIEC), da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que tem como foco promover acesso à internet de alta velocidade, por via terrestre e satélite, e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na Educação Básica.

O projeto prevê beneficiar as 67 escolas da rede municipal de ensino de Mossoró e o Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTM) será modernizado com equipamentos de acesso à internet de banda larga. O gerente do Projeto-piloto do Programa de Inovação Educação Conectada da RNP, Anderi Amaral, se reuniu virtualmente com a secretária municipal de educação, professora Hubeônia Alencar, para repassar informações sobre o projeto em Mossoró. Também participaram da reunião a professora Cristhiane Marques, do NTM, e o professor Mauro Alexandrino, da Gerência de Planejamento e Avaliação da SME.

Neste ano, o CIEB e a RNP estabeleceram um acordo de cooperação para viabilizar a execução e a gestão conjunta de um projeto-piloto de implantação de soluções de conectividade de alta velocidade e de uso de tecnologias digitais em cerca de 500 escolas públicas urbanas estaduais e municipais na região Nordeste. A parceria também prevê a troca de informações e conhecimentos técnicos entre as duas organizações.

O projeto-piloto integra as ações dos Programas de Inovação Educação Conectada, do Ministério da Educação, e Nordeste Conectado, do Ministério das Comunicações.

O programa está sendo implantado em seis redes municipais, integrantes de quatro redes estaduais de ensino básico, e se estenderá pelos próximos dois anos. As cidades e estados envolvidos são: Mossoró e Caicó (RN), Juazeiro (BA), Campina Grande (PB), Caruaru (PE), Petrolina (PE), Bahia, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

“Essa é a segunda reunião que nós temos em menos de um mês. Trata-se de um projeto-piloto cujo objetivo é trazer a banda larga para as escolas. Aqui no Rio Grande do Norte duas cidades estão sendo escolhidas para implementação desse projeto-piloto: Mossoró e Caicó. Esse projeto é destinado para todas as escolas da Zona Urbana. Nós estamos trazendo para Mossoró internet de qualidade, de banda larga, wi-fi com todo o processo de instalação, vistoria e acompanhamento feito pela RNP. Vamos nos responsabilizar pelo recebimento e guarda dos equipamentos. A logística de instalação e levar os equipamentos até as escolas será da empresa contratada pela RNP”, explicou a secretária Hubeônia Alencar.

Segundo o gerente do projeto, a importação dos equipamentos está em andamento. Cerca de quatro toneladas de equipamentos devem ser enviadas de Miami (EUA) para o Brasil ainda nesta semana. A previsão é que a carga chegue em abril e logo depois os equipamentos sejam encaminhados aos municípios e estados participantes via transporte terrestre. Os equipamentos fabricados fora do Brasil possuem tecnologia que impede uso fora do ambiente escolar para evitar desvios e furtos.

“Vamos fazer até uma campanha educativa nesse sentido, porque as escolas beneficiadas com essa internet de qualidade, inclusive, as escolas podem funcionar como ponto de acessibilidade da própria comunidade que vai está no seu entorno, avisamos que o sistema de inteligência desse equipamentos só funciona dentro da própria rede RNP. Não adianta furtar esses equipamentos porque eles não terão nenhuma serventia fora desse espaço que serão instalados”, afirmou a secretária de educação.

Além das escolas, uma das ações previstas no projeto é levar internet de qualidade e gratuita para cinco praças de cada município participantes dentro da iniciativa do Nordeste Conectado. “Em um segundo momento desse projeto, nós teremos ainda na segunda etapa algumas praças públicas que vão receber antenas e funcionarão como ponto de conectividade na cidade”, destacou Hubeônia Alencar.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...