Pesquisa

Procon aponta aumento no preço da gasolina em setembro

O valor médio da gasolina encontrado nas bombas foi de R$ 4,475.

Uma pesquisa do Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Natal apontou um aumento de 5,41% nos preços da gasolina praticados na capital potiguar. O percentual é superior ao reajuste concedido pela Petrobras no final do mês de agosto, que foi de 3,5%. Segundo o Procon, a pesquisa aconteceu em 70 postos de combustíveis.

O valor médio da gasolina encontrado nas bombas foi de R$ 4,475. O Procon também pesquisou o preço do Gás Veicular e não houve variação de preços em relação ao mês de agosto. Já o etanol, segundo o Instituto, teve variação positiva de 1,60%. O Diesel Comum teve a segunda maior variação encontrada nas bombas, com um índice de 3,12%.

O levantamento aponta que a gasolina comum mais barata encontra-se na Zona Norte da cidade, com o preço médio de R$ 4,464. O posto com o menor preço identificado na pesquisa com o valor de R$ 4,440 fica bairro de Potengi.

Por outro lado, a região Sul possui a gasolina mais cara em Natal, segundo o Procon. O motorista que abastecer seu veículo vai pagar R$ 4,482, em média, pela gasolina.

A equipe do Núcleo de Pesquisa do Procon Natal orienta os consumidores que, antes de abastecer, façam uma pesquisa, pois há uma oscilação “muito grande” nos preços praticados nos postos da capital.

* Com informações do G1 RN

Notícias semelhantes