MOSSORÓ

Prefeitura faz controle para evitar furo na fila de vacinação

Coronavac chega para servidores do Samu, São Camilo e Centro de Enfrentamento da covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde vem fazendo rigoroso controle no processo de vacinação contra a Covid para evitar que a fila seja furada.

“Nós fazemos um trabalho de vacinação nos próprios locais onde os profissionais atuam e tudo mediante uma lista nominal, fazendo uma fiscalização direta”, informa a secretária municipal de Saúde, Morgana Dantas.

Ela acrescenta: “Acontece que, quando um profissional que dá plantão em mais de um local e já foi vacinado, ele próprio nos informa e aquela dose reservada para ele passa a ser considerada para imunizar futuramente outro profissional, pois ficamos sempre reformulando a lista seguindo como critério a prioridade das prioridades”, disse Morgana Dantas

A titular da pasta sempre exige responsabilidade por parte dos diretores das unidades hospitalares que recebem à equipe da imunização. “Não podemos permitir que uma pessoa fure a fila. Por essa razão, existe a lista nominal, e fazemos questão de saber com todos os detalhes quem está recebendo a dose para evitar irregularidades. Quem incorre em infringir as regras, vai ter que prestar contas à secretaria e ao Ministério Público”, disse Morgana.

Imunização

Nesta sexta, dia 22, a secretária de Saúde acompanhou a vacinação no hospital Psiquiátrico São Camilo de Lélis, Samu e Centro II de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19.

A prefeitura segue minimizando os profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid.

Hoje, 22/1, a campanha  alcançou profissionais dos cinco Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf). Os profissionais, que atuam na ponta da atenção básica, foram vacinados com servidores do Centro de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19, na Escola Municipal Raimundo Fernandes, bairro Santo Antônio.

A Secretaria Municipal de Saúde destinou as doses para atender toda a demanda. As vacinas atenderam também os profissionais do Centro de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19 na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Belo Horizonte.

A psicóloga Tatiana de Souza Fernandes foi a primeira a ser vacinada no local. “Estou muito feliz e aliviada porque este era um momento muito sonhado por mim”, finaliza.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...