Covid 19

Prefeitura apresenta quantitativo de leitos e alta ocupação de pacientes de outros municípios

De acordo com os dados, nesse período foi registrada a hospitalização de 256 pacientes, entre estes 73 foram classificados como casos suspeitos

O último informe epidemiológico atualizado pela Secretaria Municipal de Saúde, no dia 14 de maio, apresenta um panorama geral do novo coronavírus (COVID-19) em Mossoró. Entre as informações presentes no levantamento, além da taxa de hospitalização em Mossoró no período de 18/03 a 14/05 de 256 pacientes, estão apresentados os casos hospitalizados segundo município de residência, com cerca de 35% dos leitos em Mossoró ocupados por pacientes de outros municípios.

De acordo com os dados, nesse período foi registrada a hospitalização de 256 pacientes, entre estes 73 foram classificados como casos suspeitos, 114 confirmados e 69 descartados. Ainda segundo o levantamento, 34,8% dos pacientes hospitalizados em Mossoró no período residem em outros municípios e 65,2% são de Mossoró.

Outra informação presente no estudo da Secretaria Municipal de Saúde demonstra o quantitativo de leitos de UTI e Clínicos (públicos e privados) disponíveis em Mossoró.

Atualmente, Mossoró conta com 62 leitos de UTI (Públicos e Privados), distribuídos da seguinte forma: 20 leitos de UTI no Hospital São Luiz (públicos), 10 leitos de UTI para gestantes e puérperas na Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e Infância de Mossoró (públicos), 15 leitos de UTI no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) (públicos), 1 leito de UTI pediátrico custeado pela Prefeitura no Hospital Wilson Rosado (públicos), 16 leitos de UTI em Hospitais privados.

Em relação aos leitos clínicos, a cidade conta com 80 leitos clínicos e 7 Unidades Provisórias de Isolamento (UPIs) públicos e privados, sendo: 35 leitos clínicos na Unidade Hospitalar de Campanha do Belo Horizonte (públicos /custeado exclusivamente pela Prefeitura de Mossoró), 30 leitos clínicos no Hospital São Luiz (públicos), 15 leitos clínicos em hospitais privados, 7 leitos de UPIs no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) (públicos).

O grande número de pacientes de outros municípios se deve ao fato de Mossoró ser cidade pólo para a Região Oeste do Rio Grande do Norte, o que demonstra a grande necessidade de ampliação dos leitos de responsabilidade constitucional do Governo do Estado.

SECOM

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support