Operação Rebotalho

PF e CGU cumprem mandados e investiga compra de respiradores superfaturados em Natal

Operação Rebotalho foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (1°)

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria-Geral da União e Ministério Público Federal, deflagrou a Operação Rebotalho, na manhã desta quinta-feira (1°), para investigar sobre supostas irregularidades na compra de ventiladores pulmonares para o Hospital de Campanha de Natal. 

A operação cumpre quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de Natal, Aparecida de Goiânia e Goiânia, em Goiás. Cerca de 20 policiais federais e quatro servidores da CGU participam da ação.

A investigação aponta para irregularidades ocorridas na aquisição de 20 ventiladores pulmonares pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal, no valor de R$ 2.160.000, que seriam utilizados no Hospital de Campanha da capital.

Os levantamentos indicaram que os equipamentos comprados tinham origem e qualidade duvidosas e alguns já apresentaram defeitos por ocasião da entrega.

Também foi constatado que a vida útil dos ventiladores pulmonares já se encontrava, quase na sua totalidade, expirada e que alguns equipamentos adquiridos haviam sido descartados por instituições/hospitais por serem obsoletos ou inservíveis.

Conforme dados levantados pelos investigadores, a Prefeitura de Natal comprou os ventiladores pulmonares “usados” por preço superior em mais de 100% ao cobrado pela indústria por equipamentos novos, da mesma marca, e com especificações técnicas superiores. O prejuízo potencial causado aos cofres públicos é da ordem de R$ 1.433.340.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsável, pelos crimes de dispensa indevida de licitação e peculato, e, se condenados poderão cumprir penas de até 17 anos de reclusão.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...