Saúde

Mossoró realiza nova etapa de vacinação contra a gripe no sistema drive thru

Ação ocorre amanhã (18) na Avenida João Escossia, no bairro Nova Betânia

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Mossoró vai realizar nesta quinta-feira (18) mais uma vacinação contra Influenza H1N1 por drive thru na cidade. A nova ação vai ocorrer na Avenida João da Escossia, no bairro Nova Betânia, das 8h às 11h e das 14h às 16h30, onde está localizada a Farmácia Potiguar. Todos aqueles mossoroenses dos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde que ainda não se vacinaram com a vacina trivalente, que protege da Influenza A (H1N1 E H3N2) e Influenza B, vão ter mais uma oportunidade de se imunizarem.

A 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza H1N1 iniciou no dia 23 de março e foi prorrogada até o dia 30 de junho. De acordo com o Ministério da Saúde mais de 100 mil mossoroenses dos públicos-alvos devem ser vacinados. A Prefeitura de Mossoró já superou a cobertura vacinal de 90% das pessoas que tinham que ser imunizadas de acordo com MS. Nos últimos quatro anos Mossoró vem se destacando por vacinar além do que é determinado pelo Ministério da Saúde.

A nova ação por drive thru é mais uma estratégia da Prefeitura de Mossoró para atingir 100% de cobertura vacinal, ou seja, vacinar todas as pessoas que tem direito a vacinação. Para poder se vacinar na quinta-feira é necessário apresentar documento oficial com foto e algum comprovante atestando que faz parte dos grupos prioritários. Até o dia 30 de junho a vacina trivalente está disponível nas Unidades Básicas de Saúde, das 7h às 11h e 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, aos que ainda não se vacinaram.

O Ministério da Saúde definiu os seguintes grupos prioritários para recebem a vacina trivalente: crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores da saúde,  gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), professores, indivíduos de 55 a 59 anos, idosos (a partir de 60 anos), indivíduos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especais, população privada da liberdade, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo (motoristas e cobradores), trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...