Mossoró

Moradores relatam melhorias após chegada de médico na UBS do Aeroporto 2

Desde setembro do ano passado, a UBS só contava com um médico.

“Fazia muito tempo que a gente vinha sofrendo nesse bairro com a falta de médico”. O relato é da aposentada Maria de Fátima, que acompanhou na manhã desta segunda-feira (22), a chegada de médico na Unidade Básica de Saúde Sueldo Câmara, no Aeroporto 2, em Mossoró.

“A demanda aqui é grande e esse bairro é muito extensa. Muito bom. Fica melhor”, relatou a dona de casa Ângela Maria. Ela relata ainda que devido o atendimento precário a população já teve que chegar à unidade de madrugada para conseguir uma ficha de atendimento. “Hoje a gente precisa na consulta no dia e já tem no dia”, finalizou ela.

O trabalho de suprir a demanda reprimida já é uma realidade, de acordo com a médica Dra. Rejane Helena, que passou a atender na UBS Sueldo Câmara desde o início de março. Desde setembro do ano passado, a UBS só contava com um médico.

“A gente desde o início do mês estamos fazendo o atendimento da população da área 112, que estava sem atendimento antes. Estamos atendendo a demanda reprimiada e apesar do caos por causa do Covid-19 no Brasil, a gente está tentando ajeitar os atendimentos, atender, fazer os grupos hipertensos, diabéticos, gestantes, todo o cronograma”, relatou Dra. Rejane.

“Essa unidade estava há meses sem atendimento médico para uma grande região do Quixabeirinha, Aeroporto 2, inclusive com grande área descoberta. Dentro do Programa Tem Médico trouxemos médico para essa unidade e estamos indo até as UBS’s que estão há meses ou anos sem atendimento médico. A gente pode ver a satisfação da população, da equipe, dessa comunidade, que passa a ter respeito e dignidade e trabalho, para que a gente venha a dar o atendimento tão necessário e que foi negligenciado em outros tempos”, destacou o prefeito Allyson.

“Nós queremos mais. Já solicitamos ao Ministério da Saúde a habilitação de mais 10 equipes para nosso município, com médico, enfermeiro, técnico. A medida que o Ministério habilite, nós vamos disponibilizar para regiões como essa”, finalizou.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...