cargo comissionado

Metrô de SP emprega filha de ex-governador acusada de ser ‘fantasma’ no RN

Segundo o MP, Janina Faria fez mais de 30 viagens em dias de expediente no Legislativo potiguar

O Metrô de São Paulo empregou em cargo comissionado, com salário de R$ 14.212, Janine Faria, que se declara “influenciadora digital” e tem mais de 100 mil seguidores no Instagram, relata a Folha.

Janine, de 33 anos, é filha do ex-governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria e irmã do deputado Fábio Faria, ambos do PSD.

Segundo o Ministério Público do RN, ela foi funcionária-fantasma do gabinete do deputado estadual José Dias entre 2011 e 2016, com mais de 30 viagens a lugares como Fernando de Noronha e Trancoso em dias de expediente no Legislativo.

Os procuradores potiguares dizem que Janine causou prejuízos de R$ 704 mil ao estado, e ela chegou a ter parte de seus bens bloqueados na Justiça, em decisão liminar, para reparar as perdas.

A defesa da “influencer” nega que ela tenha sido funcionária-fantasma e diz que ela trabalha assiduamente no Metrô. O Metrô, por sua vez, afirmou em nota não ter encontrado nenhum impedimento legal para contratá-la.

Fonte: Uol

Notícias semelhantes