Eleições 2020

Má administração de Rosalba reflete em alto índice de rejeição

Quase 40% dos entrevistados disseram que não votam na atual prefeita de jeito nenhum

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) é líder em rejeição, aponta pesquisa da SuperTV/Instituto Sensatus.

A chefe do Executivo mossoroense é rejeitada por nada menos que 37,1% dos eleitores da cidade. É quase o mesmo índice da soma da rejeição dos três principais candidatos da oposição.

A rejeição a Rosalba Ciarlini é o reflexo de sua má administração.  Falta de transparência, desrespeito ao funcionalismo público municipal, ausência de diálogo, veto a projetos importantes e atos prejudiciais à aposentadoria dos servidores são alguns dos aspectos e medidas da gestão Rosalba Ciarlini que influenciam na sua rejeição.

Para se ter uma ideia de como Rosalba tem tratado a população mossoroense, principalmente os que mais precisam, basta citar que ele vetou os projetos de lei que permitia o remanejamento de verba do Mossoró Cidade Junina para ajudar aos artistas da cidade e o que garantia assistência psicológica aos familiares e vítimas da Covid-19.

Na questão previdenciária, Rosalba enviou para a Câmara – onde ela tem ampla maioria – projeto de lei que a impede de repassar as contribuições patronais ao Previ Mossoró, ameaçando a aposentadoria dos servidores. Matéria aprovada e já em vigência.

Por outro lado, a prefeita tem ignorado solenemente a lei que suspende o pagamento das parcelas de empréstimos consignados dos servidores. São ações como essas que tem puxado para baixo o capita eleitoral da prefeita e aumentado sua rejeição.

O percentual de pessoas que afirmaram que não votarão de jeito nenhum na atual prefeita é muito próximo do índice de entrevistados que desaprovam a gestão Rosalba: 33,92%.

A pesquisa aponta ainda que a deputada estadual Isolda Dantas (PT) tem o segundo maior índice de rejeição, com 22%, seguida da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), com 9,5% e deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade), com 6,3%. Veja todos os números:

Rosalba Ciarlini (PP): 37,1%

Isolda Dantas (PT) – 22,9%

Cláudia Regina (DEM) – 9,5%

Allyson Bezerra (SDD) – 6,3%

Larissa Rosado (PSDB) – 6,1%

Dra. Ângela Schneider (PRTB) – 4,2%

Jorge do Rosário (PL) – 3,5%

Bianca Negreiros (PODEMOS) – 3,4%

Irmã Ceição (PTB) – 2,9%

Gutemberg Dias (PC do B) – 2,3%

Daniel Sampaio (PSL) – 1,9%

Votaria em todos – 2,0%

Não votaria em nenhum deles – 10,3%

Não sabe – 38,9%

Não respondeu – 2,9%

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...