Currais Novos

Homem confessa que matou namorada porque ela não queria mais o relacionamento

Raienne Dantas de Assunção Brandão foi encontrada morta com marcas de esganadura dentro de uma casa na cidade de Currais Novos, Seridó potiguar.

O homem que foi preso em flagrante suspeito de matar a namorada confessou o crime à polícia e disse que o motivo de tê-lo cometido é que a mulher queria terminar o relacionamento. O caso aconteceu nesta sexta-feira (19) na cidade de Currais Novos, no Seridó potiguar. Ivan Ferreira Davi tem 38 anos e foi levado para o Presídio Estadual do Seridó, em Caicó.

Raienne Dantas de Assunção Brandão foi encontrada morta com marcas de esganadura. Segundo o delegado Paulo Ferreira, que apura o caso, Ivan Davi disse em depoimento que na noite desta quinta (18) discutiu com a vítima e ela o disse que não queria mais manter o namoro. Ele a estrangulou no início da manhã. O homem já era procurado pela polícia, quando se entregou na Companhia da PM do município de Lagoa Nova.

A polícia chegou até a casa onde o corpo de Raienne estava após a ligação dele, por volta das 7h30, informando que sua namorada estaria passando mal. Porém, o imóvel no bairro Juscelino Kubitschek foi encontrado fechado e Ivan não estava lá. Após arrombar a porta, a equipe da Polícia Militar encontrou o corpo.

O delegado Paulo Ferreira afirmou ter encontrado, no celular da vítima, mensagens trocadas entre ela e uma amiga. Raienne dizia que estava grávida e iria contar isso para o namorado. A confirmação da gestação ainda deve ser feita pela perícia.

*Com informações do G1 RN

Notícias semelhantes