Desrespeito

Governo demonstra preocupação com aglomerações em praias

Administração estadual teme que postura de parte da população contribua para que haja retrocesso no processo de controle da pandemia

O registro de aglomerações de pessoas em várias praias do Estado acendeu o alerta da sociedade para o aumento de notificações relacionadas à Covid-19 bem como da preocupação das autoridades do governo estadual.

Presente à entrevista coletiva do governo para apresentações ações de combate à pandemia, o secretário estadual de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, falou sobre o assunto. “É preocupante assistir várias pessoas em aglomerações. A pandemia não está controlada ainda”, afirmou o secretário.

Segundo Mineiro, que é coordenador das ações do Pacto pela Vida, essa postura de parte da população pode contribuir para haver retrocesso no processo de reabertura da economia. Ele lembrou, no entanto, que a responsabilidade por fiscalizar essas aglomerações é dos municípios. “O processo de fiscalização das atividades econômica e de autorização do comércio é das prefeituras”, afirmou, acrescentando que “o Estado está à disposição para fazer parceiras, fiscalizar decretos e cumprir protocolos”.

O posicionamento de Mineiro foi corroborado pelo coronel Francisco Araújo, secretário estadual de Segurança Pública. “Os municípios tem a responsabilidade de cuidar do comércio e das praias nas cidades que tem orla”, reforçou.

O coronel Araújo revelou que houve aglomerações nas praias de Ponta Negra e Cotovelo, em Natal, e também em Tibau, na região Oeste. Ele disse que a partir do sistema de monitoramento feito por câmeras de vigilância da Secretaria de Segurança Pública foi possível identificar as aglomerações e desenvolver ações para dispersá-las. “Não houve detenção de ninguém”, ressaltou.

Tanto Mineiro quanto o coronel Araújo reforçaram que a fiscalização de atividades econômicas e a autorização e funcionamento do comércio em geral são funções das prefeituras. “As forças de segurança estão à disposição para apoiar os municípios no cumprimento dos decretos. Quem solicitar nossa presença terá todo o nosso apoio”, finalizou o secretário de Segurança Pública.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...