Reação

FECOMÉRCIO se diz indignada com aglomerações do final de semana

Entidade lançou nota em que critica a postura de pessoas que desrespeitaram as regras de isolamento social

A Federação do Comércio do Rio Grande do Norte (Fecomércio/RN) emitiu nota pública em que manifestou sua “profunda preocupação e indignação” com as aglomerações registradas em algumas praias potiguares (Ponta Negra, Cotovelo e Tibau) no último final de semana.

A entidade chamou de irresponsáveis as pessoas que causaram as movimentações e destacou que o compromisso com as regras de controle e prevenção da pandemia da Covid-19 é de todos. Veja a nota na íntegra

“O esforço foi por todos, a responsabilidade é de todos

A Fecomércio/RN vem a público externar SUA PROFUNDA PREOCUPAÇÃO E INDIGNAÇÃO com as CENAS DE FLAGRANTE DESRESPEITO AO ISOLAMENTO SOCIAL QUE A PANDEMIA DA COVID-19 AINDA NOS IMPÕE, VERIFICADAS NAS ORLAS DAS PRAIAS URBANAS DE NATAL E EM VÁRIOS PONTOS DO ESTADO NESTE DOMINGO, 19. A aglomeração irresponsável de pessoas, a falta de uso de máscaras e inúmeras outras atitudes NÃO CONDIZEM COM A RESPONSABILIDADE QUE TEMOS DEFENDIDO COMO PREMISSA PARA MANTERMOS FIRME A RETOMADA GRADUAL DA ECONOMIA EM NOSSO ESTADO E EM NOSSA CIDADE. E TENDEM A FERI-LA DE MORTE.

Vale ressaltar que o esforço – imenso – para que pudéssemos ter números que embasassem o início desta retomada, AO QUAL SE ALIA O ZELO DA IMENSA MAIORIA DOS EMPREENDEDORES DO COMÉRCIO E DOS SERVIÇOS POTIGUARES NO PREPARO E NA MANUTENÇÃO DOS SEUS ESTABELECIMENTOS COMO AMBIENTES SEGUROS PARA COLABORADORES E CONSUMIDORES, É UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA E QUE TEM COMO PREMISSA PRESERVAR VIDAS DE PESSOAS E DE EMPRESAS, FREANDO UMA CRISE SEM PRECEDENTES E DANDO INÍCIO A UM AMBIENTE QUE POSSA GARANTIR A MANUTENÇÃO DE EMPREGO E RENDA PARA NOSSO POVO.

Desde o início, defendemos que este equilíbrio é UM INTERESSE DE TODOS OS POTIGUARES: AUTORIDADES (DAS TRÊS ESFERAS DE GOVERNO), EMPREENDEDORES, COLABORADORES E POPULAÇÃO.

Portanto, é dever DE TODOS, agir com a postura necessária para que ele possa ser garantido. Sob pena de sermos obrigados, mais uma vez, por um eventual novo avanço da doença, A DAR PASSOS ATRÁS QUE TENDEM A SER FATAIS PARA OUTRAS TANTAS VIDAS HUMANAS, ALÉM DAS QUE JÁ PERDEMOS, ASSIM COMO PARA TODA A NOSSA ECONOMIA.

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DO RN”

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...