Educação

Escola de Saúde Pública é lançada no RN

Projeto foi lançado na manhã de ontem, 4, com o objetivo de fortalecer a política de educação permanente em saúde no estado

Com o objetivo de fortalecer a política de educação permanente em saúde no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado lançou, na manhã de ontem, 4, a Escola de Saúde Pública do RN (ESPRN) e a Rede Estadual de Educação Permanente em Saúde. O evento, em formato híbrido, foi transmitido pelo canal da ESPRN no Youtube a partir do auditório da Governadoria. 

A governadora Fátima Bezerra ressaltou a satisfação em promover a capacitação e formação aos trabalhadores. “Estamos falando de educação, e temos à frente uma professora no governo, um secretário que é professor, e a adjunta Maura Sobreira, também professora. Essa escola é um sonho. Ela responde a um desafio diário e cotidiano que é melhorar cada vez mais a gestão”, comentou.

O secretário Cipriano Maia explicou que a Escola representa um marco para o Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Norte. “Queremos uma escola em rede, ativa e presente em todas as regiões de saúde através da articulação de uma rede estadual de educação permanente, que vai envolver as universidades presentes nos territórios, os Institutos Federais e outras instituições de ensino e saúde; e, desta forma, seja em Pau dos Ferros, Seridó ou região Central, tenhamos articulação e instituições com capacidade de oferecer formação. Com isso, mantermos os profissionais atualizados, em permanente formação”, disse.

Na ocasião, foi realizada a aula inaugural com o tema “Educação Permanente em Saúde e Educação Profissional”, ministrada pela professora Ivana Barreto. O evento teve ainda a exibição de vídeos institucionais sobre a Rede Estadual de Educação Permanente em Saúde e sobre a Escola de Saúde Pública.

A governadora Fátima Bezerra lembrou a importância da capacitação permanente e contínua para um atendimento com qualidade e respeito. “Colocar em prática a Escola criada pelo decreto estadual é uma medida que transforma o sonho em realidade, e neste momento, o importante é a gente ter a generosidade de agradecer àqueles e àquelas que colocaram um tijolo nessa construção”.

A Escola de Saúde Pública, vinculada à Sesap, é decorrente da transformação do Centro de Formação de Pessoal (CEFOPE), passando a oferecer, além de cursos técnicos e de curta duração, cursos de pós-graduação Lato sensu, tendo sido credenciada como Instituição de Ensino Superior pós-graduativa. “Uma das principais vantagens nessa mudança é que a gestão vai poder agregar ações para profissionais de diferentes formações em nível de pós-graduação Lato sensu, além das atividades formativas voltadas para o Nível Médio, adensando às suas atividades as ações de pesquisa e extensão”, destacou a diretora da ESPRN, Cláudia Frederico.

Os cursos serão oferecidos de forma descentralizada e regionalizada, qualificando as práticas de gestão e atenção no Sistema Único de Saúde (SUS) do Rio Grande do Norte. Atuando nos eixos do ensino, pesquisa e extensão, a Escola vai oferecer educação profissional em saúde, bem como desenvolver pesquisas para atender às necessidades do SUS, e potencializar a inovação tecnológica em serviço para a qualificação dos processos de trabalho e do desenvolvimento institucional.

A previsão é de que, no final do segundo semestre deste ano, seja iniciado o primeiro curso de especialização da Escola, que atualmente oferece os cursos técnicos de Enfermagem e Tecnologia de Informação em Saúde. Além disso, está previsto para o próximo dia 31 de maio o início do curso de Planejamento para os Gestores do SUS, primeiro na modalidade remota a ser ofertado pela Escola, contemplando 396 alunos.

O evento contou presencialmente com a participação da governadora Fátima Bezerra, do secretário de Estado da Saúde, Cipriano Maia, representantes do Ministério Público Federal e Estadual, Cosems, Secretário Estadual de Educação, Representante do Conselho Estadual de Educação Elenimar Costa, Coordenadora de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Larissa Araújo Monteiro, Subcoordenadora de Gestão da Educação na Saúde e Claudia Frederico, diretora Geral da ESPRN.

Virtualmente teve a participação de representante do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), e da Câmara Técnica do CONASS, do Conselho Estadual de Saúde, professora Janete Castro, professora do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC) /Assessora do Projeto da Rede, Ranielly Santos de Aquino – Diretora Técnica Pedagógica da ESPRN, Dalvaci Lima de Sena – Diretora Administrativa da ESPRN e Ana Carla Macedo – Apoiadora da ESPRN, representantes das Regionais de Saúde e de Núcleos de Educação Permanente, além de coordenadores da Sesap.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support