Desistência forçada

Disputa pelas vagas da Câmara Municipal de Mossoró tem primeira baixa

Com condenação mantida pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Alex Moacir foi obrigado a abrir mão da candidatura

A disputa pelas 23 vagas no Legislativo mossoroense em 2020 tem a primeira baixa. O vereador Alex Moacir (PP) anunciou, por meio de nota à imprensa, que está desistindo da disputa. Líder do governo Rosalba na Câmara, Alex foi obrigado a desistir. Na prática, ele está inelegível.

É que o Tribunal Regional da 5ª Região (TRF 5) manteve uma condenação criminal imposta a Alex Moacir por participação em um suposto esquema desvios de recursos da Fundação Vingt Rosado. Ele foi condenado a uma pena de 6 anos de prisão.

Vereador em segundo mandato, Alex Moacir também postou vídeo nas redes sociais anunciando a desistência, mas se mencionar os motivos. Na nota à imprensa, afirmou que continuará atuando na vida pública, mesmo sem mandato.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...