LANCHE

Cantinas da UFERSA passam a oferecer pão com café por R$ 1

A partir da próxima segunda-feira, 8 de agosto, as cantinas do Campus Sede da Universidade Federal Rural do Semi-Árido irão disponibilizar um lanche pelo valor simbólico de um real. A proposta foi feita pela reitora, professora Ludimilla Oliveira, como forma de tornar a alimentação na universidade mais acessível. A ação se iniciou no Campus de Pau dos Ferros. Caraúbas e Angicos também aderiram já aderiram a iniciativa.

Eneide Diógenes (foto), mais conhecida como Galega, é dona de uma das cantinas que funcionam no Campus Sede. A comerciante conta que a reitora veio com a proposta que prontamente foi aceita. “A sugestão seria um pão com manteiga e um cafezinho por um real. Então eu me prontifiquei e vou fazer. A partir de segunda-feira nós iremos servir o pão com manteiga, e um café a hora que o aluno chegar”, afirma Galega.

Além da Cantina da Galega, os estudantes podem encontrar o lanche por um real também na cantina dos Centros de Convivência, que fora o pão com manteiga oferece outra escolha. “A professora Ludimilla propôs o pão e o café, mas a gente entrou também com a ideia da tapioca. O aluno pode optar pela tapioca com manteiga ou pelo pãozinho juntamente com o café.”, explica Iury Torres, que está à frente das cantinas dos Centros de Convivência.

Neste caso, o lanche será servido em horário previamente definido, começando a partir da abertura da cantina até as 9h30 da manhã. Durante a tarde os alunos poderão usufruir do lanche das 14h às 17h, e à noite ele será disponibilizado das 19h até o fechamento da cantina às 22h. Após a volta 100% presencial das aulas, o estabelecimento conta com nova administração, que tenta recuperar a clientela. “Acredito que a gente não conseguiu alcançar o que almeja devido à dificuldade financeira das pessoas, porque realmente não é todo mundo que tem condições de comprar seu lanche”, afirma Iury.

Os alunos confirmam a mesma opinião. Djanira Alves é estudante do curso de Licenciatura em Educação no Campo. Ela frequenta a cantina três vezes por semana, nos dias que coincidem com as aulas, e pretende usufruir do lanche acessível. “Espero que dê certo”, ela torce. “É muito importante porque tem muito estudante que só ganha uma bolsa, ai pra custear o estudo, as apostilas, tendo uma merenda mais em conta já é uma boa”, completa.

Paloma Bandeira(foto), do curso de Engenharia Agrícola e Ambiental também é uma frequentadora assídua das cantinas do campus. Ela fica na UFERSA o dia inteiro para ter aula pela manhã e pela tarde. “Como o RU abre só no almoço não tem como manter entre o almoço e a janta”, declara a estudante, que vê o lanche como um incentivo aos alunos. “É necessário sempre suprir as necessidades dos docentes e discentes e tendo em vista que, praticamente, a maioria dos alunos são de fora, nem todos tem aquele privilégio de possuir uma renda para se manter como desejaria, mas sim da forma que pode”, resumiu.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support