Eleições 2020

Allyson usa photoshop em fotos de campanha para parecer outra pessoa

Quem o conhece e o vê nas peças publicitárias estranha a tamanha diferença entre o real e imagem editada.

Uma imagem falsa até na foto? Claudia Regina tem razão? Os recursos de photoshop estão em evidência em todos os materiais de campanha do candidato Allyson Bezerra e tentam fazê-lo parecer mais forte fisicamente, o que transmite uma imagem de saúde e confiança.

Quem o conhece e o vê nas peças publicitárias estranha a tamanha diferença entre o real e imagem editada. Nas imagens, Allysson, com uso de photoshop tentou copiar, pelo menos digitalmente o biotipo do Capitão Styvenson, alargou os ombros, engrossou o pescoço para se tornar mais musculoso, vendendo a ideia subliminar de força e de idade superior aos seus 27 anos de idade.

Fazendo essa comparação entre o “mundo da fantasia” e o “mundo real”, a segunda opção seria falha, cheia de erros e imperfeições. Quem diz isso é Platão. E, talvez por isso, o candidato do Solidariedade queira passar para o eleitor uma imagem que, definitivamente, não é a real. O Allyson do ideal possui características de um fisiculturista ao estilo Styvenson (PODEMOS).

O senador vetou a candidatura da pré-candidata Bianca Negreiros devido à descoberta de uma condenação por estelionato. Agora, Allysson acaba de anunciar Bianca Negreiros como apoio cativo em seu palanque político. Outro apoio que o candidato do Solidariedade de Paulinho da Força fechou e acabou de anunciar foi o do ex-candidato a vereador Tarcisinho Rosado, contrariando sua perseguição pessoal contra qualquer pessoa que tenha pai ou mãe com este sobrenome.

O discurso contra oligarquia também continua sendo usado, mesmo após a população descobrir que Alysson tem 2 primos candidatos a vereador e é sobrinho de 2 ocupantes da cadeira na câmara municipal: o ex-vereador Chico Dentista e o também atual vereador Manoel Bezerra.

Durante a tarde da última segunda-feira, fez discurso anti-família na política, e à noite foi anunciar o apoio à sua prima candidata a vereador Bárbara Bezerra (PSB). Aparentemente o candidato Allyson Bezerra quer transmitir ao eleitor, com as alterações feitas pelo photoshop, e discurso que não bate com a realidade em quase nada, alguém que poderia representar o que ele não seria. Isso em termos políticos. Em outras palavras, ele vende “gato por lebre”. Passa uma imagem de quem não é de verdade.

O eleitor que não o conhece pode cair no que se chama “conto do vigário ou conto do photoshop e marketing eleitoral” e assimilar aquela imagem como verdadeira. E quando vê o candidato real, tal como é, tem um choque de realidade: da figura que se mostraria corpulenta, forte e com altivez, vendendo força e idade em torno dos 40 anos, surge uma figura esquálida, que chora inventando reuniões que não houve e se vitimiza como o coitadinho, o pobrezinho, apesar do meteórico crescimento patrimonial bem acima dos ganhos oficiais como deputado.

Não representa, nem de perto nem de longe, o que é vendido nas redes sociais e peças publicitárias. Claudia Regina, pelo visto tinha razão no que falou no debate. Cabe ao eleitor acreditar no Allysson que se diz um bom gestor ou no Allysson que por não ter noção de administração foi para as ruas em 2016 pedir a reeleição de Silveira, seu grande parceiro que, inclusive contribuiu para o PSD tirar o apoio à Claudia para apoiá-lo.

Qual é o Allysson real? o bom gestor, com força física e experiência ou o Allysson que não tem noção de nada a ponto de apoiar mais 4 anos de Francisco José Júnior na prefeitura? O eleitor está convidado a refletir.

 

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...