Julgamento

Acusados de planejar assassinato de vigilante do IFRN vão a júri popular

O julgamento teve início às 8h30 desta quinta-feira, e acontece em Mossoró, cidade também da região Oeste potiguar.

Acontece nesta quinta-feira (2), em Mossoró, o júri popular de dois acusados de participação na morte do vigilante do IFRN Francisco Cabral Neto, de 52 anos, crime ocorrido em 11 de abril de 2017, na cidade de Apodi, região Oeste do Rio Grande do Norte.

Os réus são: José Edilson Pereira da Silva e Igor Vinícius de Lima Neris. José Edilson também é vigilante, foi denunciado como mandante do homicídio. Segundo a polícia, foi ele quem planejou a morte do colega para poder ficar com a vaga dele no emprego. Já Igor Vinícius teria sido a pessoa responsável por contratar o executor do assassinato, um adolescente de 17 anos. O menor foi apreendido no dia seguinte ao homicídio e confessou o crime.

O julgamento teve início às 8h30 desta quinta-feira, e acontece em Mossoró, cidade também da região Oeste potiguar.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...