Troca de tiros

Suspeito de matar sargento aposentado em Natal morre em confronto com a PM

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava em uma residência na comunidade Alto da Torre, quando foi abordado pelos policiais e começou a atirar

O homem suspeito de ter atirado e matado o sargento aposentado Francisco Dionísio Alves, de 69 anos, morreu em confronto com a PM na tarde desta sexta-feira (22) no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal. O sargento foi morto em novembro do ano passado no mesmo bairro.

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava em uma residência na comunidade Alto da Torre, quando foi abordado pelos policiais e começou a atirar. Os policiais revidaram e atiraram contra o homem, que foi atingido. Ele chegou a ser levado ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a PM, ele foi um dos criminosos que mataram o sargento Dionísio Alves, no dia de novembro do ano passado. A vítima tinha ido até um terreno localizado no bairro para instalar uma placa, quando foi morta. Os bandidos atiraram na cabeça do policial e ainda levaram a arma dele.

Notícias semelhantes