Desfecho

Suspeito de matar cabo da PM pode ter morrido durante operação

Ação aconteceu hoje na cidade de Itaú, onde a Polícia Militar realizava uma ação para conter o tráfico de drogas na região

Uma operação da Polícia Militar realizada na manhã de hoje, 13, na cidade de Itaú, terminou com dois suspeitos mortos. Segundo informações da PM, estava acontecendo na região um trabalho de repressão ao tráfico de drogas e durante a ação em um determinado local, as guarnições foram recebidas a tiros. Houve confronto e dois suspeitos ficaram feridos e ainda chegaram a ser socorridos, mas não resistiram.

De acordo com informações da Polícia Militar, no local havia a presença de suspeitos que eram de outras cidades e que possivelmente estavam usando o ponto como esconderijo. Foi levantada também a suspeita de que uma das vítimas se trata do atirador que participou da ação que vitimou o cabo da PM Francisco Marcolino Sobrinho, morto em uma tentativa de assalto em Mossoró.

As identidades dos suspeitos ainda não foram reveladas. Porém, em um contato do Portal do RN com o Major Emerson da PM de Mossoró, ele confirmou que recebeu essa informação da polícia de Itaú. Segundo ele, ainda não há confirmação, porém, confirmou a suspeita de se tratar do bandido que atirou no cabo Marcolino.

Major Emerson, adiantou ainda que hoje está cuidando do velório e enterro do cabo Marcolino, mas que aguarda as novas informações sobre essa operação em Itaú. A polícia de Mossoró já havia localizado um dos integrantes da ação criminosa em Mossoró que morreu num confronto com a PM na madrugada de sexta-feira, 9. A polícia também já tinha a identidade do segundo suspeito, que seria o responsável por atirar contra o cabo Marcolino. Agora a PM aguarda as informações para saber se o suspeito morto em Itaú, é o suspeito de ter atirado e matado cabo Marcolino.

Cabo Marcolino foi morto com um tiro na cabeça, durante uma tentativa de assalto que aconteceu na quinta-feira, 8, no bairro Alto de São Manoel. Na ocasião o policial estava dentro de seu carro estacionado em frente a casa de um familiar quando foi surpreendido por uma dupla que chegou em uma motocicleta e anunciou um assalto. Ao perceber uma reação, um dos suspeitos atirou contra o PM que foi atingido e levado inicialmente para a UPA do bairro e depois transferido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, onde ficou internado até ontem em estado gravíssimo.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...