Quarentena no luxo é outra coisa, quero ver na lage

Quarentena ou isolamento social, como você queira colocar, não é tão bonito assim como as redes sociais desenham. Na sacada dos luxuosos edifícios parece ser simples, ainda mais com seus artistas preferidos com suas lives, regado a bebidas e muito mais. Em meio a isso, muitos desabafam e dizem que vamos atravessar momentos tristes com a nossa economia. Sim, vamos, e vai ser terrível para todos. Agora, imagine aquela família que já vivia em situação de miséria antes de tudo isso surgir, como deve estar agora? Essas pessoas estão esquecidas e só são analisadas no contexto com fins políticos. Sem propagar nas mídias sociais, sugiro aqui que cada um de nós escolha uma família e tente ajudar com alimentos e material de higienização. Isolamento social com ar refrigerado, lives, bebidas e tudo que tem direito, não é sacrifício, agora sem ter o que comer e como dormir, aí sim. PENSE NISSO!!


TRABALHO

Muitos defendem a volta ao trabalho o mais rápido possível, principalmente aqueles que não estão no grupo de risco. Na verdade, todos fazemos parte desse grupo, devido a isto, essa questão precisa ser analisada com precisão. Vivemos num país de miserabilidade alta, e quando tudo isso passar, ou tiver uma trégua, o caos vai ser geral. Vão aparecer os “Salvadores da Pátria” de tudo que é lado. Este é o cenário ideal que deseja a maior parte da nossa classe política, porque é assim que eles conseguem sobreviver, ou seja, em cima da miséria alheia.

FUTEBOL

Neste período que estamos vivendo, as emissoras de televisão estão nos dando a oportunidade de revivermos muita coisa boa. Semana passada o canal Sportv nos levou a Copa de 82, e que maravilha foi rever aquela seleção que me tornou um apaixonado por futebol. Tinha 10 anos de idade e não tínhamos TV em casa, e o jeito era assistir na casa do vizinho. Quando o Brasil foi desclassificado perdendo para a Itália, lembro de um amiguinho que meteu o pau da bandeira do Brasil na minha cabeça, tamanha era sua indignação pela derrota, extravasando dessa forma.

LIVE

Hoje, segunda feira dia 13 de abril, fui convidado para participar de uma live com o publicitário e Coach Wilson Junior, da agência WH6.  Wilson retoma hoje a série de lives intitulada CRESCER E CONTRIBUIR, às 18:47. E você, como nosso convidado, pode acompanhar nos perfis wilsonwh6_coach e gilsoncardosoreal.

VERBA

Estado e municípios brasileiros estão todos os dias decretando estado de calamidade pública em seus territórios. Claro que numa situação dessas, entendemos perfeitamente. O governo federal, por sua vez, tem enviado verbas aos montantes para que esses gestores possam amenizar o problema. O que nós esperamos é que quando tudo isso passar, não tenhamos que ouvir histórias de mau uso com o dinheiro público.

PREVISÃO

Graças a Deus que os prognósticos feitos pelo pessoal da Secretaria Estadual de Saúde do RN até aqui têm passado longe. Confesso a você, caro leitor, que quando vi a notícia, preferi omitir do meu público a informação para não causar pânico. São números irreais, apesar que eu não tenho nada de médico, estatístico ou coisa parecida. Só acho que podemos chamar a atenção da população sem esse tipo de mensagem.

ISOLAMENTO SOCIAL

Cada vez que o presidente Jair Bolsonaro aparece sem máscara ou na rua é aquele destaque da nossa imprensa. E as torcidas vão para as redes sociais, cada uma com o seu papel, claro. Sou completamente favorável ao isolamento social e vejo como necessário, agora se o presidente não quer fazer, eu não sou obrigado a seguir o mesmo.  PRONTO!!

Quem somos nós para julgarmos nossos irmãos!!  Mas que a fé e a devoção das pessoas têm aumentado nos últimos dias, isso é fato. Cada pensamento e gesto, digno de cristão, estão sendo vistos diariamente por um povo que ainda se encontra atônito com tudo que está acontecendo. Que esse espírito de devoção a Cristo possa se perpetuar em nossas vidas sempre.

IMPRENSA

Radialista e jornalista há mais de duas décadas, fico triste com o comportamento de parte dos meus colegas. A torcida para que o pior aconteça, mesmo que isso custe vidas, por conta da ideologia política. Cada morte, cada erro do presidente, parece ser comemorado pelo simples fato de não ter sido o seu escolhido para o cargo. Isso me entristece por demais. Não votei no PT, mas vibrei todas as vezes que o governo acertava ou tentava acertar.

VEÍCULO

Passei por várias fases da imprensa: cartinhas, telefones, e enfim, a internet e suas redes sociais.  O que todo colega de imprensa deve saber, ou pelo menos se conscientizar, que nos tempos atuais toda pessoa tem um veículo de comunicação em mãos como o Twitter, Zap, Face, Insta, Blogs, só para citar alguns, e neles as pessoas dizem o que pensam, o que acham e ponto final. Nenhum jornalista é ou será o dono da verdade, o que ele precisa é ganhar credibilidade e ser diferente para assim chamar a atenção das outras pessoas. Assumir o que é, será um grande passo de largada.

NÚMEROS

As pessoas têm questionado por que a Secretaria Estadual de Saúde não divulga os números dos curados da Covid-19. Estamos precisando de notícias boas, porque de negatividade estamos cheios.  Sei por demais da importância da informação, mas só alimentar o que nos deixa tristes, é demais.

MOSSORÓ

Seguimos como a cidade de maior número de casos e mortes por Covid-19 no nosso RN, claro que esses números são de forma proporcional. O nosso vizinho Ceará é o 3º do país em casos, daí explicar que estejamos nessa situação. Estamos tão atrelados ao estado do Ceará que o Ministério da Saúde colocou Mossoró como município cearense essa semana.

FUTEBOL POTIGUAR

Cada clube do RN vai receber 120 mil reais da CBF para tentar resolver alguma pendência com seus funcionários. Potiguar, Globo, America e ABC iriam disputar a quarta divisão do Brasileirão este ano. Se a situação já era difícil, imagine agora com esta crise.

EQUIPAMENTOS

Nenhum país do mundo estava preparado para essa pandemia. Equipamentos estão sendo fabricados diariamente em todo o planeta para suprir a necessidade dos hospitais. Governos e iniciativa privada não tem medido esforços, isso é claro e notório. Agora fico me perguntando quando tudo isso passar (porque vai passar) o que será feito com todos esses maquinários da saúde? Será que vão abandonar? Como sempre fizeram com outras coisas!?

VIOLÊNCIA

Com as atenções voltadas para a Covid-19, o noticiário policial sai um pouco do foco. Mas a verdade é que mesmo com o chamado “isolamento social”, os homicídios não cessaram em Mossoró e Região Oeste do RN. Já são 49 homicídios este ano na nossa cidade.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...