Solidariedade

Projeto arrecada uma tonelada de ração para cães e gatos

Além dos alimentos, o PET Solidário, desenvolvido por alunos e professores do Abel Coelho, arrecada insumos hospitalares

A falta de políticas públicas para a causa animal em Mossoró fez com que alunos e professores da Escola Estadual Abel Freire Coelho criassem, há 5 anos, o Projeto Pet Solidário, iniciativa através da qual são arrecadados ração, medicamentos e insumos hospitalares.

Segundo a professora de Biologia Rita de Cassia Bezerra da Fonseca, coordenadora da atividade, o projeto já faz parte do calendário de atividades da escola, sendo desenvolvido anualmente entre os meses de agosto e setembro. Esse ano, foram arrecadados uma tonelada de ração, além de muitos insumos hospitalares. Na sexta-feira passada, 6/9, aconteceu a entrega do material hospitalar ao Hospital Veterinário (HOVET) da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa).

A coordenadora do projeto informa que toda ração arrecadada é distribuída entre os abrigos de Mossoró e algumas cidades circunvizinhas, como Apodi, Assu e Tibau, e principalmente entre as protetoras independentes.

Ela lembra que o Hovet é o único hospital público de nossa cidade e muitas vezes falta material simples para atender a enorme demanda de animais que são atendidos. “Também promovemos ações de conscientização sobre zoonoses e maus-tratos a animais”, acrescenta.

A professora destaca ainda que quem ministra as palestras são parceiros, o próprio hospital, através de Klivio Tomaz, que é médico veterinário e atual gestor do Hovet, e a advogada Vânia Diógenes, que ministra palestras sobre maus-tratos, direitos dos animais e deveres dos tutores.

“Temos o completo apoio da gestão da escola, do corpo docente e discente, somos a maior escola de Ensino Médio de Mossoró e a maioria participa das ações propostas pelo projeto”, frisa, acrescentando que há um grupo de alunos que ajuda diretamente na organização”. Ainda de acordo com Rita de Cássia, esse ano as doações vieram também da comunidade externa, pois até o ano passado, só a comunidade escolar interna fazia as doações.

A coordenadora lembra que até o ano passado, as doações vinham também de alunos de outras escolas, mas o foco é o próprio Abel Coelho em face da dificuldade de deslocamento para visitar outras instituições e locais para pegar as doações.

Nesses 5 anos de existência, o projeto arrecadou 5 toneladas de ração animal para cães e gatos, média de uma tonelada por ano. “A gente dá preferência por adquirir rações de uma qualidade nutricional mais superior”, finaliza Rita de Cássia.

Notícias semelhantes