Ameaça

IDEMA descobre tipo invasor de coral no litoral do RN

A partir da identificação da espécie, órgão está desenvolvendo ações para evitar propagação em áreas de proteção ambiental

Uma espécie de coral, considerada invasora, foi detectada em águas do litoral do Rio Grande do Norte. A informação é do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA). Identificada como coral-sol, a espécie está sendo recolhida de áreas de proteção.  

Diante da descoberta, o Idema organizou uma série de expedições para remoção da espécie invasora, além do monitoramento, garantindo o controle a fim de evitar a propagação do coral-sol nas áreas que pertencem à Área de Proteção Ambiental dos Recifes de Corais (APARC).

Segundo a gestora da APARC, Heloisa Brum, a espécie é uma ameaça às atividades econômicas na região. “O coral-sol é considerado invasor, uma vez que ameaça a biodiversidade local podendo prejudicar a riqueza de espécies nativas e ameaçar as atividades econômicas da região, como pesca e turismo. O intuito das expedições é remover as colônias de coral-sol e manter um monitoramento sistemático e contínuo na área para controle da espécie”, disse.

O coral-sol foi detectado em expedição realizada aos naufrágios da APARC no mês de fevereiro e identificado pela oceanógrafa Erika Beux. Até o presente momento não foram identificadas colônias de coral-sol na área de visitação turística da APARC.

O coordenador do Núcleo de Gestão de Unidades de Conservação (NUC) do Idema, Rafael Laia, comenta que quem mergulha e se depara com o coral-sol embaixo da água fica maravilhado com sua beleza, mas poucos sabem que ele é um invasor que está contaminando o litoral do Brasil. “As espécies possuem diversas estratégias de crescimento e reprodução, além de defesas e ausência de predadores efetivos. Por isso são invasores eficientes, que podem colonizar ambientes e impedir o crescimento de espécies nativas”, disse.

Notícias semelhantes
Comentários
Loading...